Todos os cidadãos, qualquer que seja a sua ideologia, tendem a valorizar a democracia. Este movimento, por buscar o fortalecimento da democracia, deve atrair todas as pessoas conscientes da sua importância como atores do processo democrático, e que reconhecem que a manifestação de sua força não se limita a votar.

 

Para que a transformação aconteça é preciso que algumas informações importantes cheguem ao conhecimento de todos. E é aí que começa a participação das pessoas. Mesmo aqueles que nunca irão querer se candidatar a um cargo eletivo podem ter um papel decisivo, levando as informações a muitas pessoas.

 

Em um primeiro nível de participação, ao compreender a proposta, que à primeira vista pode parecer complicada para quem não conhece o assunto, você pode divulgar entre os amigos, e já estará participando. Isso fará com que esta informação chegue a outras pessoas, e entre elas muitas se interessarão em ampliar a divulgação ou mesmo ir para níveis mais elevados de participação.

 

Em um segundo nível de participação, o cidadão consciente da sua importância pode contactar com pessoas nas quais ele veja o perfil e as qualidades que ele gostaria de ver nos seus representantes eleitos, e estimulá-las a adotarem uma postura mais efetiva na política. Um dos nossos maiores problemas, mas não o principal, é a falta de bons candidatos. Naturalmente as pessoas que irão incentivar um amigo, um familiar, um colega de trabalho etc, também irão ajudar na campanha, divulgando as ideias que serão defendidas. A maior dificuldade para os bons candidatos é a falta de envolvimento de amigos e familiares.

Se a falta de bons candidatos não é o problema principal, qual seria então? É exatamente a questão que estamos tentando resolver aqui: os bons candidatos que existem têm seus votos utilizados para eleger as pessoas de sempre. Apresentar uma solução para isso é o nosso principal propósito.

 

O nível mais alto de participação no nosso movimento se dá através de uma candidatura. Temos no Brasil milhares de pessoas que se candidataram uma ou duas vezes, tiveram uma votação razoável, mas não se sentem em condições de disputar com as raposas da política, com os grandes compradores de votos. Se você, mesmo nunca tendo sido candidato, resolver se candidatar em 2018 ou em 2020, saiba que pode contar com nossas orientações através desta página, independentemente de qual seja o seu partido. Pelas ideias que defendemos aqui, certamente os candidatos habituados a ganhar a eleição com dinheiro não irão se interessar.

 

É preciso que as pessoas saibam que é possível ganhar eleições com poucos votos, mesmo não tendo um Tiririca na sua chapa. Participe! Ajude-nos na divulgação.

Cadastre-se clicando aqui.